Blog do Tiago Falcone: Ótimo artigo sobre cerveja na Itália

Panorama da cerveja artesanal na Itália

É, aqui eles já estão bem na nossa frente. Por diversos fatores, a cerveja artesanal italiana cresce num ritmo animador e consistente, e já começa a ganhar o mundo.
Por ser um país de tradição de vinhos, o movimento cervejeiro artesanal italiano começou do zero, como no Brasil.
As primeiras corajosas iniciativas surgiram nos anos 80, duas ou três cervejarias esparsas pelo país, mas que plantaram a semente. A segunda onda veio no meio dos anos 90, quando já pode se falar de um movimento que começava a nascer. A maioria no norte, como a cervejaria Baladin, no Piemonte, que se destacou e foi quem liderou esse movimento nos últimos anos. Foi a Baladin a primeira a entrar pesado nos restaurantes, encontrando um espaço no cárdapio que era restrito aos vinhos. Isso foi possível porque eles foram entre os primeiros a apostarem numa originalidade da cerveja italiana.
Essa originalidade é o que marca a cerveja artesanal aqui: tantas tradições culturais, culinárias e variedade de ingredientes num pequeno território tinham tudo para serem aplicadas na produção de cerveja. Cada região tem orgulho de usar seus próprios ingredientes em seus pratos, e agora via-se a possibilidade de também usá-los nas cervejas.

Veja o restante em www.paragrafo11.com

Comentários

  1. filho de peixe...peixinho é! Ou será que já é peixe???

    ResponderExcluir
  2. Caro Tiago!
    A Itália tem as artes em suas raízes. A tradição e a cultura de pequenos produtores locais é histórica e com a cerveja artesanal não é diferente dos azeites, vinhos, queijos, embutidos, massas, pães, sorvetes, etc...

    Enquanto isto no Brasil...
    - A cerveja artesanal nasceu sofisticada, mas não está em lugares sofisticados.
    - O consumidor não sabe porque se paga tão "caro" por uma cerveja artesanal em relação a uma industrial e quais são as diferenças entre elas. O que as micro cervejarias fazem para educar o consumidor?
    - O dólar baixo poderia permitir melhores resultados para as microcervejarias.
    - O Mercado brasileiro é regionalizado(café). O que as microcervejarias fazem para fortalecer a marca em suas praças?

    Cássio.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Falke Bier é escolhida "Cervejaria do Ano na América Latina" pelo blog canadense "World of Beer"

Viagem ao Peru

Lançamento da Larouse da Cerveja, no Bar Anhanguera em São Paulo